House of Cards

“House of Cards” – Política nunca foi tão instigante.

Por sua alta semelhança com a política americana – se pensarmos bem, a brasileira também – e sua simplicidade na hora de explicar os bastidores do que se passa no Congresso, “House of Cards”, conquistou muitos fãs desde que estreou, em 2013.

Ao quebrar a 4ª parede – ou seja, se dirigir diretamente à audiência ao conversar com a câmera -, o personagem interpretado por Kevin Spacey facilita o entendimento do contexto e dos desdobramentos de suas ações, tornando política ainda mais interessante e cativando os fãs da série, por mais contraditório que pareça. E não é à toa que o seriado retrata a realidade com grande verossimilhança, já que o criador e ex-roteirista chefe da série, Beau Willimon, trabalhou com política durante certo tempo – inclusive ao lado da famosa Hillary Clinton!

Outro fato interessante é o coprotagonismo – agora apenas protagonismo! – de Claire Underwood na série, que ao longo das temporadas se desenvolve, surpreendendo o público, despertando sua simpatia e chegando a ser mais popular entre os telespectadores do que o próprio Frank Underwood.

Na 6ª temporada, Robin Wright, que dá vida a Claire, vai dominar a tela, protagonizando, produzindo e até dirigindo alguns dos episódios.

Quem aí está contando os dias para essa última temporada?

via GIPHY