House of Cards

Robin Wright: “‘House of Cards’ me ensinou a correr em direção contrária à política”.

É comum ouvirmos falar sobre como a arte imita a realidade, mas ‘House of Cards’ levou isso a outro patamar! A atriz, de 51 anos, não esconde seus temores como intérprete e como norte-americana, após a chegada de Trump à Casa Branca. “Não posso nem imaginar o quão corruptos eles podem vir a ser”, descreve a atriz, sem especificar se fala da série ou da realidade política.

Wright afirma que aprendeu muito com a fama que ‘House of Cards’ lhe rendeu e como transformá-la em algo positivo e alheio à sua carreira. “O bom da fama é para o que você a usa. Cria uma conversa, uma via de comunicação que te permite falar do que é importante. Eu acredito em uma série de ONGs. Trabalho com mulheres no Congo. Acredito que o feminismo não é a exclusão de outros gêneros, mas a inclusão de todos de maneira igualitária. É o que digo: o mesmo trabalho, o mesmo salário. Simples assim. E uma vez que a fama me permite estar aí, é bom deixar a mensagem alta e clara”, explica.

O que ela tem bem claro é seu desinteresse absoluto pela política. “Não entendo de política e não me interessa. A série me ensinou muito, mas para correr na direção contrária, rumo à Groenlândia se for preciso”, afirma.

E você, concorda com a estrela?